Você perguntou? Eu respondo!

No último mês, diversas seguidoras enviaram perguntas e sugestões de temas sobre cirurgias plásticas. Para esclarecer as dúvidas mais específicas, resolvi “compilar” alguns questionamentos. Confiram:

1- Quais são as vantagens e desvantagens da lipoaspiração a laser?

Basicamente, a lipo a laser garante uma recuperação mais rápida do que a tradicional. Outro benefício é que ela estimula a produção de colágeno, combatendo a flacidez da área operada e potencializando os resultados finais. No entanto, o procedimento costuma ser mais caro e mais demorado do que a técnica “clássica”.

2- Mamas caídas e sem volume: qual é a cirurgia indicada?

Mulheres com seios muito flácidos e pouco volumosos podem optar pela mastopexia associada à mamoplastia de aumento. Trata-se de uma combinação cirúrgica que permite reposicionar o tecido mamário (elevando e remodelando os seus contornos), além de acrescentar volume com o implante de silicone.

3- Qual é o peso ideal para fazer mamoplastia redutora?

A redução das mamas e outros procedimentos modeladores exigem que a paciente esteja com o peso o mais próximo possível do IMC 25 e que não ultrapasse o IMC de 30. O IMC é o Índice de Massa Corporal e deve ser calculado com o auxílio de um nutricionista. De modo geral, a mamoplastia redutora não é indicada para pacientes obesas ou com sobrepeso, devido aos riscos e distorções causados pelo excesso de gordura.

4- Como tratar queloide pós-cirúrgico?

Pacientes que desenvolvem queloide – isto é, um crescimento anormal das cicatrizes – devem utilizar pomadas especiais, recomendadas por um dermatologista.

Quando tratado no início, o queloide tende a regredir com a aplicação de substâncias anti-inflamatórias, anti-alérgicas, queratolíticas e hidratantes. Em alguns casos, podem ser necessárias injeções de corticoides, curativos de silicone ou infiltrações de medicamentos específicos.

Gostou deste conteúdo? Então, não deixe de enviar suas dúvidas e novas sugestões de temas!

Nos siga também através do nosso blog e de nossas redes sociais:
https://rogervieira.com.br/
https://www.facebook.com/DrRogerVieira/
https://www.instagram.com/dr.rogervieira/?hl=pt-br

Compartilhe este post