Um relato sobre cura

“Gostaria de fazer um relato que pra mim é muito importante. Sobre CURA.
Antes de ter filho, comecei a sentir dores no útero e ter sangramentos fortes e frequentes, fiz um ultrassom que diagnosticou 3 miomas uterinos em tamanhos consideráveis, sendo o maior do tamanho de uma laranja pequena e o menor do tamanho de um limão pequeno.
Enfim, a recomendação era cirurgia, meu útero media 10 vezes o tamanho normal. Após a indicação eu comecei a questionar, “os miomas podem crescer, mas também podem diminuir, se eu tirar eles podem aparecer de novo e ainda corro o risco de perder meu útero na cirurgia”, como me disseram.
Então comecei a pesquisar remédios alternativos, tomei chás regularmente que reduziram os miomas e acabaram com os sangramentos e dores.
Fui estudar a causa emocional das doenças, especificamente dos miomas, para curar a origem deles, a raiz do problema. Entendi muita coisa, fiz homeopatia, hoponopono, aromaterapia, cura pelo perdão, cura do feminino, através do circulo de mulheres, bênção do útero, visualizações e meditações e, sobretudo, observava, a partir da consciência da causa emocional, busquei me curar emocionalmente, pois acredito que grande parte das doenças tem fundo emocional.
Então, útero e miomas estáveis e um pouco menores, sem sangramento e dores, tudo estava sob controle, eu continuava me curando com as terapias que acredito.
Até que engravidei, gravidez de risco, por causa dos miomas. Ao final da gravidez eles chegaram a quase 1 quilo, mas mesmo assim a gravidez foi muito tranquila. Na sala de parto, 5 bolsas de sangue, pelo risco de hemorragia por causa dos miomas, mas deu tudo certo. Me disseram que seria difícil minha barriga voltar ao normal e eles não iriam diminuir facilmente. Mas voltou rápido, como qualquer pessoa sem miomas.
Continuei acompanhando, meu útero chegou a ficar menor que antes da gravidez.
Recentemente fiz um ultrassom e o útero já estava do tamanho normal, só que onde eram os miomas estava “atípico”, os miomas estavam juntos medindo apenas o tamanho do menor, um pequeno limão. Então a médica pediu uma ressonância pra verificar o que estava atípico.
O resultado demorou 15 dias pra sair, fizeram reuniões para avaliar a ressonância e o resultado foi que os miomas degeneraram e viraram um lipoma, uma bolinha de gordura, o exame era atípico/incomum para eles também. Os miomas agora juntos medem um limão pequeno, mas estão “desativados”, digamos assim.
Cura pura! O útero que antes media quase 900cm³ de volume, agora mede 180, após ter tido minha filha. Eu estou muito feliz por conseguir me curar da forma que acredito e quis compartilhar com vocês. A médica me disse assim: Cris, não parece ser o seu exame, não parece ser o seu útero. Continue fazendo suas “coisas” elas deram muito certo.”
Depoimento da mommy Cristiane A. Nunes

Compartilhe este post