Amamentação e prótese de silicone

A amamentação é uma das principais preocupações das futuras mamães que possuem silicone nos seios. Boa parte dessas pacientes questiona se é possível realizar o aleitamento após a colocação das próteses.

Se você também tem essa dúvida, confira os próximos tópicos:

  • Tenho silicone, poderei amamentar?

De modo geral, o implante de silicone não impede a mulher de amamentar. Isto porque as próteses são colocadas atrás da glândula mamária e, por isso, não afetam a lactação.

Porém, nos casos em que o implante é colocado por via periareolar, atingindo os ductos mamários, a paciente pode experimentar dificuldades na amamentação. A produção do leite não é afetada, mas a passagem do líquido até os mamilos pode ficar comprometida.

  • Quanto tempo depois de colocar as próteses poderei amamentar?

O ideal é aguardar pelo menos um ano para engravidar e amamentar após a cirurgia de implante de silicone. Isto porque as mamas precisam estar completamente recuperadas, livres de inchaços, inflamações e seromas para que o aleitamento ocorra sem nenhuma complicação.

  • Qual é a posição correta para amamentar se tenho silicone?

As próteses de silicone não limitam os movimentos ou posturas necessárias ao aleitamento. A mamãe pode adotar qualquer posição na qual se sinta confortável para amamentar seu bebê.

  • Meu implante de silicone foi associado à mastopexia. Terei problemas para amamentar?

Talvez sim. Quando a colocação da prótese é associada à mastopexia ou à mamoplastia redutora, a amamentação pode ser prejudicada, já que essas cirurgias exigem alterações da glândula mamária.

  • Se eu não conseguir amamentar, quais são as alternativas?

Se as próteses de silicone afetarem a amamentação, o mais indicado é oferecer ao bebê fórmulas de leite hidrolisado, conforme a prescrição de um pediatra.

Gostou desse conteúdo? Então, compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *