Estamos aqui!

São 21h15, horário de Brasília.

Depois de muitas tentativas, as palavras estão finalmente fluindo.

Pensei e repensei como tornar essas palavras originais, como tocar você.

E a única conclusão que eu cheguei é que eu estava complicando demais… NÓS JÁ ESTAMOS CONECTADAS.

Seja lá qual for a sua rotina, qual é seu barco, quais são as suas necessidades, intenções, sonhos…. Estamos conectadas… A lista e seus itens mudam, os fatores mudam, as famílias mudam, os sonhos mudam… O que não muda é o fato de que existe sororidade, existe presença: ESTAMOS AQUI.

Essa mulher mosaico, possível, fluida, resistente, segue lutando e conquistado espaço na política, no mercado de trabalho e na sociedade. Expressa suas opiniões, vive de acordo com seus padrões, tem pensamentos firmes, propósitos. Na verdade, essa mulher sempre teve. Ao longo da história talvez seus pensamentos tenham sido abafados por perspectivas machistas, mas eles estavam ali. Eles gritavam. ELA ESTAVA ALI.

Hoje, as mulheres vivem um momento decisivo e dicotômico em sua história. Nunca antes estiveram tão presentes e tão fortes em todos os campos, políticos e profissionais. É emocionante, é poderoso observar tantas vozes femininas e diversas ocuparem vários espaços. Em contrapartida, ainda temos a parte sombria de uma sociedade historicamente machista. Tantos casos de feminicídio… Tanta violência.

Aqui, o clichê “juntas somos mais fortes” tem seu espaço. O movimento feminista emerge e luta, busca, ganha espaço. E observa-se que não é um movimento isolado. Não tem um nome, não tem hora marcada para acontecer. Isso que mais me intriga e fascina. O movimento hoje é uma onda fluida de solidariedade, conhecimento, reconhecimento, união e força. Sua mão na minha, fazendo acontecer e muitas vezes impedindo o absurdo.

Esteja você hoje à frente do seu leme diário sozinha ou ao lado de alguém… VOCÊ ESTÁ ALI.

E permanecerá.

Siga fluindo, transitando, emergindo, derrubando barreiras!

Impossível não se apaixonar pela jornada, pela conquista.

Impossível abandonar esse instinto tão nosso de gana.

Mulher, receba meus comprimentos.

NÓS MERECEMOS, NÓS SEGUIMOS.

ESTAMOS AQUI!

22h12.

Crédito da foto: banco de imagens.

Compartilhe este post