A Cozinha de Papelão do Vovô Renato


“Meu pai se chama Renato, tem 68 anos e é muito criativo. Apesar de não ter completado nem o 1º grau, ele é muito inteligente e com a experiência que adquiriu ao longo da vida possui muita habilidade para fazer suas “engenhocas”.
Laura, minha filha de 2 anos e 3 meses, é sua única neta. Como trabalho fora, ele cuida dela para mim na parte da manhã. Com ele, ela brinca de esconde-esconde, pula-pula no colchão e sofá, come jabuticaba no pé… Todas as manhãs, quando nos encontramos, ele me conta as peripécias do dia anterior com lágrimas nos olhos de emoção. Ele é apaixonado por ela, e ela por ele. O vovô Tato!
A ideia da cozinha começou com um vídeo que ele viu. Ela estava brincando na cozinha do espaço infantil, no shopping. No outro dia ele levantou cedo e foi até o shopping “Oiapoque” comprar uma pra ela. Ele voltou de lá bem decepcionado. Achou muito caro, e decidiu então que ia fazer uma, ele mesmo. Ele começou pela geladeira, e então lentamente, durante os períodos da tarde (já que ele cuida dela de manhã) ia fazendo seus trabalhos manuais. A cozinha foi tomando forma, depois da geladeira veio o fogão. Eu o ajudei em alguns detalhes, comprei o papel contact imitando “aço escovado” para forrar a geladeira, imprimi a frente do microondas, arrumei o tecido para a cortina da pia, mas foi só um apoio técnico mesmo. Todo o trabalho foi dele. Depois do fogão, ele fez a pia. E a cada novo “utensílio” da cozinha o olhinho da minha filha brilhava e ela se enchia de propriedade para falar “minha cozinha”!
Ao todo acho que foi um pouco mais de um mês para que ela ficasse prontinha! E hoje ele se enche de orgulho, principalmente quando ela fala: “Vovô, quero brincar na minha cozinha!” Agradeço muito a Deus por ter o privilégio de ver minha filha brincando com meu pai. Vê-lo fazer brinquedinhos novos para ela: carrinho de boneca, monjolo, boneco acrobata, dominó, caleidoscópio. Brinquedos feitos de madeira, de cano PVC, de papelão, mas que não têm dinheiro no mundo que pague! Espero que esses mimos que ele faz com tanto carinho fiquem para sempre registrados nas lembranças e principalmente no coração da minha filhota! E que ela tenha consciência do quanto teve uma infância feliz!!!!!
Renata Lara Freitas Massara

Compartilhe este post